Exibindo todos 9 resultados

A Ducati teve início em 1926 quando a família Ducati associou-se a investidores bolonheses, para fundar a Società Radio Brevetti Ducati. O objetivo era produzir componentes para as transmissões de rádio, baseando-se nas patentes de Adriano Ducati.

A II Grande guerra foi muito dura para a Ducati. As fábricas Borgo Panigale foram destruídas, mas os irmãos Ducati não baixaram os braços. Em setembro de 1946, na feira de Milão foi apresentado o motor auxiliar de bicicletas que se tornou o mais famoso do mundo: o Cucciolo. Em pouco tempo o Cucciolo transformou-se numa moto em miniatura. Graças ao seu sucesso, a Ducati afirmou-se no setor mecânico. Em 1968 a Ducati enfeitiçou os aficionados do mundo das duas rodas com a 450 Mark 3D. Foi o primeiro modelo com distribuição e ultrapassava os 170 km/h.

Depois do sucesso das Scramblers no mercado americano no início dos anos 60, em 1972 a Ducati aplicou a mesma fórmula ao mercado italiano, e obteve sucesso. Em 1996 a Ducati sofre um take-over do Grupo Texas Pacífico. O fundo de investimentos americano trouxe o tão necessitado dinheiro e uma nova gerência internacional. Simultaneamente foi lançada a gama ST, permitindo a entrada no setor esportivo-turísitco do mercado.

Entre 1997 e 1999 a nova gerência em conjunto com a antiga equipe de engenheiros levou novamente a Ducati ao sucesso. O grande modelo desta época foi a Monster Dark, que se tornou a moto mais vendida na Itália. Em março de 1999 a Ducati Motor Holding entra na Bolsa de Valores de Nova Iorque e de Milão. Em 2000 a MH900e torna-se a primeira moto a ser vendida exclusivamente pela internet. A Ducati baseia-se no sucesso da MH900e e funda a Ducati.com, uma subsidiária independente que leva até hoje, juntamente com a acessória de imprensa e marketing do grupo, os sucessos da Ducati ao mundo.

Open chat